Você está aqui: Entrada Presidente Discursos Discurso do Dia da Cidade de Barcelos – 31 de agosto de 2017

Discurso do Dia da Cidade de Barcelos – 31 de agosto de 2017

Exmº Senhor Presidente da Assembleia Municipal

Exmªs Senhoras e Senhores Vereadores

Exmªs Senhoras e Senhores Presidente de Junta

Exmªs Senhoras e Senhores Deputados Municipais

Distinguidos com a Medalha de Mérito Municipal e famílias

Caras e caros convidados

Caras e caros cidadãos

Senhoras e senhores jornalistas

 

Comemoramos hoje mais um aniversário da elevação de Barcelos a cidade.

O decreto que, há 89 anos, atribuiu o estatuto de cidade à, então, vila de Barcelos representou para a sociedade daquele tempo muito mais do que uma simples formalização legal, há muito desejada.

A elevação de Barcelos a cidade, no ano de 1928, representou o reconhecimento da importância de Barcelos no contexto económico, social e político da região, tanto mais que o concelho vivia, no fim do primeiro quartel do século XX, uma fase de grande prosperidade e desenvolvimento.

Nas comemorações do Dia da Cidade que temos vindo a realizar ao longo dos últimos anos, temos referido a importância deste momento para a afirmação da nossa cidade e, também, como inspiração para a tarefa de desenvolvimento do concelho que os barcelenses nos delegaram e para o reconhecimento de todos aqueles que contribuíram para o engrandecimento da nossa cidade e do nosso concelho, nas suas mais diversas formas.

Este é, pois, o momento de olharmos para os barcelenses que deram o seu melhor em prol da nossa cultura e da nossa comunidade, ou que as prestigiaram através de obras e ações de referência.

Foi assim, que, há um ano, homenageámos a título póstumo dois ilustres barcelenses que muito dignificaram a terra que os viu nascer – referimo-nos ao Dr. Adelino Miranda de Andrade e ao Dr. João Machado, a quem a Câmara Municipal atribuiu a mais alta distinção.

Hoje, entregamos mais duas distinções a dois cidadãos barcelenses pelo seu contributo na área da cultura e no movimento associativo do concelho.

Ao Sr. Rodrigo Amaral, pelo seu empenho no associativismo e, dentro dele, na promoção das nossas mais profundas tradições culturais, com o folclore.

De facto, o nome do Sr. Rodrigo Amaral está e sempre estará ligado ao sucesso do Grupo Folclórico de Barcelinhos, ao Festival de Folclore do Rio – evento internacional que muito tem contribuído para a projeção de Barcelos além fronteiras – à Federação de Folclore Português e à vida associativa barcelense.

Ao Sr. Avelino Mesquita, homem de cultura e autodidata que, através da sua obra e da sua participação no dinamismo associativo local, nos mostra uma grande força de viver e um otimismo contagiante.

A estes dois barcelenses expresso, em meu nome pessoal e em nome da Câmara Municipal, o meu mais profundo respeito e reconhecimento, agradecendo tudo quanto fizeram por Barcelos e pelos barcelenses.

Agradeço, também, às famílias dos distinguidos e às instituições das freguesias de Barcelinhos e de Balugães que aqui vieram manifestar o seu carinho e gratidão.

Agradeço a todos quantos se quiseram associar a esta sessão solene e convidar todos os barcelenses para assistirem ao programa de animação que a Câmara Municipal reservou para este Dia da Cidade de Barcelos.

Muito obrigado.

classificado em: