Você está aqui: Entrada Notícias Arquivo de Notícias 2011 Fevereiro Fusão de Agrupamentos Escolares em Barcelos não é prioridade

Fusão de Agrupamentos Escolares em Barcelos não é prioridade

O Director Regional da DREN (Direcção Regional de Educação do Norte) garantiu que a fusão de Agrupamentos Escolares no concelho de Barcelos não é uma prioridade, afastando qualquer reordenamento da rede educativa antes do ano lectivo 2012/2013.

António Leite analisou a situação das diversas intervenções na rede educativa levada a cabo pela DREN em alguns concelhos, afirmando que os processos estão a decorrer de forma pacífica e respeitando a especificidade de cada Agrupamento e de cada realidade educativa. Neste momento, a tarefa principal da DREN é a consolidação dos novos Agrupamentos, mantendo abertura para a análise de novas fusões sempre que as respectivas comunidades escolares o desejem.

Com uma rede educativa estabilizada, não se afigura prioritária para o concelho de Barcelos qualquer fusão de Agrupamentos, frisou o Director Regional durante a intervenção feita no âmbito da conferência “Rede Educativa: Novas Perspectivas de Reordenamento”, promovida pelo Pelouro da Educação da Câmara Municipal de Barcelos. A iniciativa que decorreu no Auditório da Biblioteca Municipal de Barcelos, no passado dia 18 de Fevereiro, juntou os principais agentes educativos do concelho – membros do Conselho Municipal de Educação, direcções de Escola das Escolas Secundárias e dos Agrupamentos Escolares, bem como pelos Presidentes dos Conselhos Gerais. Para esta acção de reflexão interna foram convidados, também, os directores de Escola da Secundária e Escolas EB 2,3 de Esposende, bem como dos Presidentes dos Conselhos Gerais.

A conferência contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, que reafirmou a Educação como uma área prioritária para o actual executivo municipal. “Apostamos claramente na Educação. Sabemos que é aqui que se faz o futuro do concelho. Por isso damos toda a nossa atenção à criação de melhores condições para alunos e professores com a construção dos novos centros escolares”, disse Miguel Costa Gomes.

A conferência, moderada por Lucinda Fonseca, da Equipa de Apoio às Escolas, contou também com a vereadora do Pelouro da Educação, Armandina Saleiro; do deputado na Assembleia da República e membro da Comissão de Educação e Ciências e Relator para o Ensino Superior, Manuel Mota; de Joaquim Machado, especialista ligado à Universidade do Minho, com estudos no âmbito da pedagogia, da organização pedagógica e curricular da escola, da formação e supervisão de professores e das políticas educativas; e de Joaquim Gomes, actual presidente do Conselho Geral Transitório do Agrupamento de Escolas de Maximinos (Agrupamento que resultou da fusão da Escola Secundária de Maximinos e do Agrupamento Frei Caetano Brandão).

classificado em: